"No próprio dia da batalha, as verdades podem ser pinçadas em toda a sua nudez, perguntando apenas;
porém, na manhã seguinte, elas já terão começado a trajar seus uniformes."

(Sir Ian Hamilton)



segunda-feira, 7 de setembro de 2009

NOTÍCIA - UMA FERIDA ANTIGA




A 2a Guerra Mundial foi tão marcante que até mesmo hoje em dia continua gerando notícias intrigantes. Desta vez foi a história de um veterano inglês, de 87 anos, que descobriu o de sentir dores que o acompanham desde a época do conflito.

Alfred Mann serviu como enfermeiro e, em uma de suas ações de socorro a soldados feridos na Itália em 1944, a explosão de uma mina o feriu também. A explosão causou perda de audição e alguns ferimentos no rosto, nos ombros e pernas. Desde então nunca mais pôde comer alimento duro, pois passou a sentir fortes dores na boca quando tentava mastigar.

Porém no mês de maio, descobriu a causa de tanto incômodo. Mann ficou com um estilhaço alojado em seu maxilar durante 65 anos. No dia 4 de Maio, o objeto soltou-se, causando espanto em Alfred, que jamais suspeitara da possibilidade: um estilhaço de 1,3 cm fruto da explosão na qual ele se feriu durante a guerra.


Não me lembro de nada do que aconteceu. Acordei dois dias mais tarde num hospital de Nápoles, só podia comer comidas macias e agora como de tudo.


Alfred Mann, que atualmente vive com sua esposa Constance, em Birmingham, no centro de Inglaterra sente-se agora um “homem novo”.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário